Monumentos Museus de Jerusalém

Jerusalém, tem uma atmosfera muito própria, muito mística. É impensável percorrer esta cidade e não ficar arrepiado ao passar pelos  monumentos, visitar os museus ou alguns locais com histórias tão fortes e marcantes. Jerusalém tem um cariz fortemente religioso, e por isso é muito procurada por turistas.

Jerusalém: Mesquita de Omar

Jerusalém: Mesquita de Omar

Cúpula da Rocha

A Cúpula da Rocha ou Domo da Rocha, é um dos nomes atribuídos aos alicerces que apoiam as fundações localizadas no subsolo da Mesquita de Omar, em Jerusalém. Além do interesse religioso, a belíssima cúpula toda dourada é parte integrante da paisagem de Jerusalém além de ser um património da humanidade reconhecido pela UNESCO como interesse histórico, turístico e arquitectónico.

A Cúpula da Rocha, é um santuário que guarnece o altar de sacrifícios usado por Abraão, Jacó e outros profetas que introduziram o ritual nos cultos judaicos. Davi e Salomão também consideraram o local sagrado e mais tarde enquanto altar, a Cúpula da Rocha teria sido o lugar de partida da Al Miraaj, viagem aos céus realizada pelo profeta Maomé.

A Cúpula da Rocha recebeu este outro nome devido à grande rocha circunscrita a ela, rocha que foi usada em sacrificios e é actualmente protegida no interior da Mesquita de Omar. Segundo a tradição judaica, foi nessa rocha que Abraão preparou o sacrifício do seu filho Isaac a Deus e onde, mil anos antes de Cristo, o rei Salomão construiu o primeiro templo.

Museu Torre de David.

O Museu Torre de David também designado por museu de Israel atrai quase um milhão de visitantes por ano, aproximadamente um terço deles são turistas. Os 20 acres do complexo de museus compreendem vários prédios e promovem exibições especiais e extensivas de achados arqueológicos, judaicos, e arte israelita e europeia.

Santuário do Livro

Os pergaminhos do Mar Morto, descobertos no meio do século XX nas cavernas de Qumran, estão guardados no Santuário do Livro. A Ala Nova, cuja construção mudou as exibições e funciona um extensivo programa de educação em arte, é visitado por 100.000 crianças por ano.

O Museu Rockefeller

O Museu Rockefeller, foi o primeiro museu arqueológico e está localizado no leste de Jerusalém. Foi construído em 1938 durante o mandato britânico.

O Museu Islâmico

O Museu Islâmico, no Monte do Templo, foi estabelecido em 1923 e guarda muitos artefactos islâmicos, manuscritos raros e possui umas colunas gigantes de mármore, dignas de serem vistas.

Igreja do Santo Sepulcro

A Basílica do Santo Sepulcro, é um dos locais mais sagrados para os cristãos. Segundo a tradição cristã, foi na Basílica do Santo Sepulcro em Jerusalém, que Jesus foi crucificado, sepultado e que ressuscitou ao terceiro dia, designado por domingo de Páscoa.

Mesquita de Al-Aqsa

A Mesquita de Al-Aqsa , é o terceiro local mais sagrado no Islão. Situa-se na cidade de Jerusalém e é a sua maior mesquita, tendo a capacidade de albergar  cerca de cinco mil pessoas.

O nome da mesquita, Al-Aqsa, traduz-se como “a mesquita distante” e alude a uma passagem no alcorão. A estrutura da mesquita de Al-Aqsa, é essencialmente do séc. XI. A sua cúpula está folheada a prata, não possui o vulgar pátio das mesquitas onde se realizam as abluções, e consiste numa basílica com uma nave central ladeada por seis naves laterais.


 
Jerusalém

Viagem a Jerusalém...

Jerusalém fica rodeada pela África, Ásia e Europa.  A Terra Santa engloba Israel, a Palestina e partes da Jordânia...

Artigos relacionados

Deixe um comentário