Viagem a Jerusalém

Jerusalém fica rodeada pela África, Ásia e Europa.  A Terra Santa engloba Israel, a Palestina e partes da Jordânia e Egipto. Jerusalém, chamada também de cidade santa para os Judeus, é a cidade principal e está dividida em três partes, Jerusalém moderna, o Monte das Oliveiras e o Monte Zion, e a cidade antiga.

Jerusalém

Jerusalém

Jerusalém é reconhecida como a cidade mais sagrada no Judaísmo. É a capital declarada de Israel e a sua maior cidade,onde vivem 732.100 residentes numa área de 125.1 km².

A cidade de Jerusalém, localiza-se nas Montanhas Judias, entre o mar mediterrâneo e o norte do Mar Morto. A sua história é uma das mais antigas do mundo, datando de IV milénio a.C., cidade santa de cristãos, judeus e muçulmanos e centro espiritual desde o séc. X a.C. Jerusalém contém um grande número de antigos e muito significativos lugares cristãos.

Apesar de pequena, a antiga cidade hospeda os principais pontos religiosos de Jerusalém, repleta de monumentos, museus e locais que retratam essa religiosidade, como o Muro das Lamentações, o Santo Sepulcro e a Cúpula da Rocha. Antigamente murada, Jerusalém, é um património mundial e tem sido tradicionalmente dividida em quatro quarteirões denominados o bairro cristão, o bairro judeu e o bairro muçulmano, introduzidos por volta do século XIX.

No curso da história, Jerusalém foi destruída duas vezes, sitiada 23 vezes, atacada 52 vezes, e capturada e recapturada 44 vezes. Ainda hoje o estatuto de Jerusalém continua a ser um dos maiores problemas no Conflito israelo-palestino.

Aramaico

O aramaico foi, possivelmente, a língua falada por Jesus e ainda hoje é a língua materna de algumas pequenas comunidades no Médio Oriente, especialmente no interior da Síria. A sua longevidade deve-se ao fato de ser escrito e falado pelos aldeões cristãos que durante milénios habitavam as cidades ao norte de Damasco, capital da Síria, entre as cidades reconhecem-se os vilarejos de Maalula e Yabrud, esse último sendo conhecido por se pensar que terá sido  o local onde Jesus Cristo se hospedou por 3 dias.

Hebraico (עברית)

É uma língua semítica que pertence à família das línguas afro-asiáticas. A Bíblia original, a Torá, que os judeus ortodoxos consideram ter sido escrita na época de Moisés, cerca de 3.300 anos atrás, foi redigida no hebraico dito “clássico”. Embora hoje em dia seja uma escrita foneticamente impronunciável, portanto indecifrável, devido à não-existência de vogais no alfabeto hebraico clássico, os judeus têm-na sempre chamado de “לשון הקודש”, Lashon haKodesh, ou então A Língua Sagrada já que muitos acreditam ter sido escolhida para transmitir a mensagem de Deus à humanidade.

O hebraico renasceu como língua falada durante o final do século XIX e começo do século XX como o hebraico moderno, adoptando alguns elementos dos idiomas árabe, ladino e outras línguas que acompanharam a Diáspora Judaica como língua falada pela maioria dos habitantes do Estado de Israel, do qual é a língua oficial primária (o árabe também tem status de língua oficial).

Jerusalém, apresenta  um clima mediterrânico, com Verões quentes e secos, e Invernos amenos e chuvosos. A sua gastronomia muito típica ganha cada vez mais adeptos na Europa.

O turismo é uma importante fonte de receitas para Israel, e este surge em massa à procura das tantas atrações, locais míticos, atmosferas sagradas, museus e monumentos, que Jerusalém  oferece.


 
Schnitzel e Spaetzel

Gastronomia de Jerusalé...

A cozinha de Israel conta com a contribuição de Judeus nascidos em diversas partes do mundo. A gastronomia de...
Jerusalém: Mesquita de Omar

Monumentos Museus de Je...

Jerusalém, tem uma atmosfera muito própria, muito mística. É impensável percorrer esta cidade e não ficar...
Muro das Lamentações e Cúpula de Rocha

Atrações de Jerusalém...

Jerusalém é uma cidade com inúmeras atrações principalmente do foro religioso. No entanto,a cidade santa, oferece...

Deixe um comentário