Viagem a Edimburgo

Edimburgo é a capital e a cidade mais conhecida da Escócia, no Reino Unido. Fica situada nas margens sul do rio Forth e nela habitam cerca de 450 mil pessoas.

Apesar da Escócia estar subjugada politicamente ao Reino Unido, ao contrário do Reino Unido, Edimburgo manteve as suas características inalteráveis. Assim, as tradições, os costumes e cultura em Edimburgo são os mesmos de há muitos anos atrás.

Vista de Edimburgo

Vista de Edimburgo

Edimburgo não é uma cidade muito grande, no entanto é uma das maiores atracções turísticas do Reino Unido, é a cidade mais visitada pelos turistas e ainda considerada uma das mais bonitas do país.

A cidade de Edimburgo encontra-se dividida em duas partes: a Old Town e a New Town, tenda cada uma das partes da cidade características únicas e distintas.

O centro histórico de Edimburgo ainda guarda muitos aspectos da época medieval, com castelos e ruelas, a contrastar com a modernidade,elegância e dinamismo  também presentes nesta cidade.

Edimburgo  respira cultura. Para se entender a história desta cidade, é necessário em primeiro lugar conhecer um pouco a história da Escócia, uma das nações que pertencem ao Reino Unido, e que ocupa um pouco do território da Grã Bretanha. Além deste território na Grã-Bretanha, a Escócia possui mais de 790 ilhas.

A Escócia uniu-se ao Reino Unido numa espécie de formalização política em 1707, porém  continua a ter  jurisdição própria, independente da do Reino Unido,  preservando assim costumes, tradições e cultura.

O nome Edimburgo provavelmente provém da palavra Din Eidyn (Forte de Eidyn) pois em tempos o território onde hoje está situada a cidade de Edimburgo era apenas um forte. Esta cidade é também conhecida por outros nomes, por vezes dados pelos próprios habitantes ao longo dos tempos e que não foram esquecidos. Edimburgo é assim conhecida como “a Atenas do Norte” ,  por “Auld Reekie” (Velha fedorenta) devido às muitas chaminés existentes principalmente antes da invenção dos aquecedores eléctricos,ou por “Embra”. Edimburgo foi considerada Património Mundial pela UNESCO em 1995

Actualmente, podemos dizer que a cidade se encontra dividida em duas partes, ou seja, em dois distritos que se designam por Old Town e New Town e que foram considerados Património da Humanidade pela UNESCO.

A Old Town, encontra-se a sul da cidade e preserva as suas características medievais e também muitos dos edifícios da Reforma Protestante. Um dos extremos da cidade está fechado pelo Castelo de Edimburgo e pela artéria principal (Royal Mile) de pequenas ruas chamadas closes ou winds.

É nesta parte da cidade que encontramos grande parte dos monumentos de atracção turística como o Castelo de Edimburgo, o Museu Real da Escócia, a Universidade de Edimburgo, numerosas ruas subterrâneas e abóbadas consideradas relíquias das fases anteriores de construção, entre outros. Esta parte da cidade já sofreu dois grandes incêndios, um em 1824 outro em 2002, que devastaram alguns edifícios importantes e emblemáticos da cidade.

A New Town, começou a ser construída em 1766 quando o arquitecto James Craig venceu um concurso que tinha como objectivo analisar projectos para a expansão da cidade. No seu projecto James tinha como ideia principal planificar a cidade com se fosse um tabuleiro de xadrez cujo eixo central era a George Street (em homenagem ao rei George III).

New Town é considerada  uma obra-prima de planeamento, tendo em conta a altura em que começou a ser construída. O projecto inicial começou em 1766 e terminou em 1850. A decisão de se construir uma nova cidade fora das muralhas foi tomada porque a Old Town estava a chegar a um ponto limite em termos de capacidade, logo para evitarem que ocorresse um êxodo para Londres o governo ordenou a construção de uma nova parte da cidade.

A mais famosa rua de New Town, é a Princess Street , aliás é esta parte da cidade que contêm um maior numero de restaurantes , hotéis e lojas comerciais, mas também alguns edifícios importantes para a cultura do país, como a Academia Real Escocesa e a Galeria da Escócia, o Hotel Balmoral e o Monumento da Escócia.

Clima e situação económica

Edimburgo apesar de ser uma cidade muito bonita, é uma cidade fria. Este factor deve-se ao facto da cidade estar localizada relativamente próxima do Pólo Norte. Os meses mais frios do ano são Janeiro e Fevereiro, e no Inverno as temperaturas não passam dos 6ºC e atingem muitas vezes os 0ºC. No Verão os dias são amenos e as noites frias, as temperaturas não ultrapassam os 20ºC. A temperatura média anual da cidade são 8.3ºC.

Não se pode considerar que existe um período seco nem um período chuvoso, chovendo todos os meses aproximadamente a mesma quantidade.

A nível da população a habitar a cidade de Edimburgo, o número tem aumentado ao longo dos anos, tendo actualmente a cidade aproximadamente 450 mil habitantes.

A  economia de Edimburgo é uma das  mais prósperas do Reino Unido. Em 1999 o parlamento escocês foi implementado, e desta descentralização só se obtiveram vantagens, como a reduzida taxa de desemprego, que é a mais baixa do Reino Unido.

A economia de Edimburgo baseia-se principalmente na educação, na pesquisa tecnológica, nos serviços financeiros mas sem dúvida que o turismo é o grande impulsionador da economia em Edimburgo.

Edimburgo não é especialmente conhecido pela sua gastronomia. De facto não é pela culinária que esta região se destaca. No entanto ao nível de património monumental está bem servida e vale bem a pena observar a grandiosidade dos seus monumentos e museus.

O turismo é em Edimburgo, é acarinhado e fomentado, assim existem diversas atrações culturais muito interessantes e cuja visita é veementemente  recomendada.


 
Princess Street Gardens

Atrações de Edimburgo...

Edimburgo apresenta algumas atracções culturais, mas a mais importante e a mais emblemática é a Royal Mile. Jardins...
Haggis

Gastronomia e curiosida...

A gastronomia de Edimburgo não é muito rica em pratos peculiares ou típicos, partilhando muitos pratos comuns a...
Museu Real da Escócia

Museus de Edimburgo...

Através dos museus situados em Edimburgo, os turistas terão a oportunidade de conhecer melhor a história,...

Deixe um comentário